terça-feira, 12 de maio de 2009

Por quê?


A filosofia é a arte de perguntar o "porquê". Em nossa existência encontramos muito mais perguntas do que respostas. O texto abaixo foi escrito pela senhora Maria Eduarda Duda (EM 11) do Colégio Madre Clélia:



POR QUÊ?


Quando uma criança pergunta o "por quê" das coisas, nós, as vezes, nem sabemos responder ou como fazer a criança entender o significado.


Por quê? Por que precisamos passar tanto tempo da nossa vida estudando? Por que nós existimos e para quê? Por que precisamos amar? Talvez para não ficarmos solitários. Mas por que não ser solitário? Por que temos que ter responsabilidades? Por que não podemos jogar os deveres "nas costas" dos outros? Por que a vida muitas vezes é difícil? Por que temos problemas? Por que eu sou assim e não de outro jeito? Por que isso é desse jeito e aquilo é de outro?


Afinal, por que existem as diferenças e por que não pode ser tudo igual? Por que o mundo se tornou tão violento e com tantos problemas? Será que existe alguém igual a nós ou um mundo melhor no universo? Por que sim e por que não? Por que todo mundo acha que tem respostas fáceis na ponta da língua? Por que não agimos diferente, pensando duas vezes antes de tomar decisões? E por que nós erramos e não podemos estar sempre certos?


São tantos "porquê" em nossa vida e por que eles existem? Por que perguntamos e queremos saber o por quê? Por que temos que saber as respostas e por que não as sabemos? Por que precisamos aprender as coisas e não nascemos sabendo?


As vezes, as respostas parecem ser simples. Depende do modo de pensar que cada um tem, pois as respostas podem estar dentro de cada um de nós ou nem sequer existirem. Enfim, a vida é uma filosofia e cada um escreve a sua história. E cada um tem uma história para contar.

video

As primeiras aulas de filosofia do trimestre devem marcar!

O blues "Filosofia" de autoria do Prof. Fábio, embalou os alunos em uma canção sobre os primeiros conceitos de filosofia. É para gravar!

O cinegrafista foi o senhor Wellington, da EM 14.

Filosofia

E os alunos do Madre Clélia vão aprender filosofia

Ela surgiu na Grécia Antiga e lá na ágora se discutia

Antes o mito, depois a razão

e então amigo da sabedoria

Eu não sou mais bobo não, tudo tem "porquê" e razão

Eu só sei que nada sei. O que sei: é que não sei

Pra Tales é água. Pra Heráclito fogo

Da natureza é que tudo veio

Sofistas cobravam pra isso ensinar

Diziam ser sábios pra grana levar

E Sócrates ria "igual a um bobão"

Bebeu cicuta e foi pro caixão

Sobre fantasias e fantasmas


O sugestivo título deste novo blog, quer convidar o leitor a retirar-se por um instante de seu universo. Que tal, depois de um cansativo dia de estudos e trabalho, dar asas à sua imaginação? Que tal sair da rotina e começar a viajar pelo fantástico mundo de Sophia? Que tal começar a pensar sobre a própria existência, sobre o seu ser-no-mundo e seu papel diante da sociedade?

As fantasia e os fantasmas são constantes em nossa caminhada. Quem nunca sonhou com o amor ideal? Quem nunca imaginou ser rico ou voar? Quem nunca saiu correndo com uma capa e uma espada achando que era um super-herói? Isso tudo é fantasia. Quem nunca teve medo de escuro ou de altura? Quem nunca se assustou com uma doença ou uma morte insperada? Alguma vez já lhe foi negada a comida, o estudo, o trabalho e amor? Eis nossos fantasmas.

Neste espaço, todos terão o direito de se expressar e de viajar. Aqui todos poderão falar de suas fantasias: sonhos, alegrias, esperanças... E seus fantasmas: medos, angústias, necessidades. A filosofia será o nosso "instrumento" para pensar e fazer pensar.

Este blog será dedicado, de maneira especial, aos educandos do Primeiro Ano do Ensino Médio do Colégio Madre Clélia de Curitiba. Eles serão os filósofos alimentadores deste espaço. Vamos provar para o mundo que a juventude pensa e se preocupa com o seu amanhã!